logo Cebrafe

A engenharia do trabalho: funções e importância no meio corporativo

#

A engenharia do trabalho: funções e importância no meio corporativo

Estamos passando por uma transformação corporativa, em que as grandes instituições não estão mais focadas apenas nos lucros. As empresas precisam se adaptar a normas que garantem a segurança de seus funcionários dentro do ambiente de trabalho. Na legislação trabalhista, há leis descritas para garantir a segurança física de todos os colaboradores.
Por lei, a empresa é obrigada a adotar medidas que priorizem a saúde e condições humanas de trabalho. Explicar para os funcionários a importância dos equipamentos de segurança (individuais ou não) e como utilizá-los e promover simulações de atividades para orientar sobre situações de risco ou acidentes é mais do que obrigação: é um dever.

Programas

 

Na lei trabalhista, existem alguns programas de segurança do trabalho que servem para regulamentação e fiscalização de normas relacionadas ao assunto. Programas como o de Prevenção de riscos ambientais (PPRA), Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) e o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) são obrigatórios.

Engenheiro de Segurança do Trabalho

 

Entre as atribuições do engenheiro de segurança do trabalho, estão a organização de programas de prevenção, a emissão de laudos técnicos em relação à estrutura e sua condição para a realização de atividades laborais, o planejamento e a gestão da qualidade dos ambientes e seu compromisso com o cumprimento das determinações da lei.
 

Suas atividades passam por planejamento, gestão e fiscalização. Além disso, também fica responsável pela elaboração de planos de risco ambiental e fiscalização de equipamentos de proteção individual.

O que é preciso fazer para se tornar um bom profissional na área?

 

Antes de mais nada, você precisa ter concluído a graduação em Engenharia ou Arquitetura, e precisa realizar uma especialização em Segurança do Trabalho. O conhecimento teórico e técnico é essencial, mas não para por aí: um bom engenheiro do trabalho precisa ser um ótimo gestor de pessoas.
 

Hoje em dia, um profissional de engenharia do trabalho é essencial para todas as empresas. A conscientização sobre as condições no ambiente corporativo mudou para sempre o mercado. Além disso, os engenheiros que têm interesse em atuar na área encontrarão um mercado muito próspero, já que a maioria das empresas precisa ter um profissional com funções amplas de planejamento.
 

Conheça o nosso curso de Pós em Engenharia de Segurança do Trabalho: https://bit.ly/2lKynQ3