logo Cebrafe

Planejamento e controle da produção

#

Planejamento e controle da produção

Os processos industriais precisam estar organizados para que o trabalho flua bem. Sem organização, não há produção eficiente. E é justamente para isso que existe o planejamento e controle de produção (PCP), visando gerenciar todas as atividades e definir todos os recursos operacionais.
 

É por meio do PCP que são definidas técnicas de planejamento, programação e controle. Para que grandes resultados sejam alcançados, é preciso colocar no papel os recursos que serão utilizados, a sequência entre os fluxos e o monitoramento e a correção de erros.
 

O mais importante do PCP é facilitar os processos de produção para padronizar os produtos e alcançar sua meta de satisfação. Se bem aplicado, a empresa consegue obter um retorno bem positivo na diminuição de desperdícios e gargalos de produção, e, de quebra, ainda garante uma melhora significativa na produção.
 

Etapas
 

Há três etapas que são cruciais para o seu planejamento dar certo. O gestor precisa definir o pré-planejamento, o planejamento e o controle. Sem esse pontapé inicial, fica difícil manter a eficiência do PCP.

Veja se você consegue desenhar a implementação dessa técnica em sua empresa com os seguintes passos:
 

•    Pré-planejamento: nesse primeiro momento, o gestor definirá as operações por meio de um estudo baseado na capacidade de seu maquinário e o tempo de produção. É importante ter esse panorama para montar um planejamento melhor estruturado. Você entenderá como funciona tudo, já que terá em dados o tempo e a eficiência das atividades.
•    Planejamento:  na segunda etapa, o gestor irá avaliar os prazos que precisam ser cumpridos, possíveis imprevistos e eventuais atrasos.
•    Controle: agora é a hora de inspecionar e avaliar todo o processo de produção que foi implementado e, claro, observar o que funcionou positivamente ou não. É a fase crucial, já que é a partir disso que recursos serão otimizados, será aplicada uma estratégia mais eficiente de redução de desperdícios e se assegurará
o cumprimento dos prazos.
 

A indústria e a tecnologia
 

A tecnologia é uma grande aliada da indústria. É por meio dela que é possível fazer um controle e construir estratégias eficientes para o seu negócio. Há uma variedade de softwares que auxiliam no gerenciamento de atividades da empresa. Usar desses artifícios para manter o controle sobre o trabalho é essencial, já que, se tratando de uma técnica nova que será implementada na empresa, é preciso ter um controle maior sobre tudo que foi feito.
 

Ferramentas para a eficiência do gerenciamento
 

Além dos softwares, é possível aderir algumas ferramentas que podem otimizar esses processos. Conheça:
 

•    O kanban divide as tarefas entre “fazer”, “fazendo” e “feito”. Dessa forma, fica mais prático acompanhar o status de todas as atividades e, claro, cumprir os prazos.
•    Já o Six Sigma é uma técnica mais voltada para a qualidade do produto a ser entregue. Em uma escala, a produção deverá atingir uma meta para que o trabalho seja satisfatório. É feito também acompanhamento e controle de processos, e caminhos são propostos para a conquista de melhorias.  
•    O Kaizen baseia-se na melhoria contínua, em que a equipe passa por processos de aperfeiçoamento e de revisão constante. O objetivo maior é a eliminação de qualquer tipo de desperdício.
Todos os processos dentro das empresas precisam ser otimizados para garantir a sua eficiência. Desse esforço é que surgirão novas ideias e estratégias para o aperfeiçoamento do trabalho, e daí, consequentemente, as melhorias serão sentidas em pouquíssimo tempo para as empresas.

 

Fontes: https://novida.com.br/blog/pcp/
https://blog.maino.com.br/planejamento-e-controle-de-producao-3-etapas-para-implantar/